segunda-feira, fevereiro 27, 2006

Luz Poética

Luz Poética

Na mais obscura das noites
Uma luz vaga na escuridão
No meio da mata
Zig-zag iluminando seu caminho
Rumo ao negro crepúsculo
Baila luz como uma dançarina
Que em seus primeiros passos
Tende a encantar
E depois apaixona a todos
Que estão a admirar
A luz verde hipnotizadora
Numa noite sem luar
Parecia uma bailarina
Linda, leve a bailar
Fada das flores noturnas
Iluminada em sua magia
Fez da noite morta e vazia
Uma felicidade com o seu piscar
Era um simples vaga-lume
Com sua luz poética
Livre a voar!
Ludiro
26/02/2006

2 comentários:

Ludiro disse...

Luz Poética foi uma forma de definir minhas criações, minha imaginação em forma de poesia, através de um gesto, um sentimento surge uma luz, uma poesia, a vida, a expressão viva dos sentimentos humanos, a raiz humanitária!
^^Ludiro^^

^^Ludiro^^ disse...

Esse poema também esta postado no blog "Poesias que marcam!"

De uma passada lá!
É só clicar no meu nome acima (Ludiro)!!