sábado, abril 29, 2006

Maturidade

Maturidade

Mãos Trêmulas
Cansadas
Com seu chapéu de palha
Sentado em sua cadeira
Olhando a estrada
Na varanda de sua estada
Lembrando tempos passados
Época das namoradas
Dias cheios de trabalho
Sem tempo para nada
Agora lhe resta
Sua amiga cadeira
O cachimbo de madeira
Com suas histórias
Bem-contadas
Ludiro
18/04/2006

Um comentário:

ELENILSON disse...

A poesia é uma das sete artes tradicionais, uma das mais difíceis e através da qual a linguagem humana é utilizada com fins estéticos, panfletários e de expressão interior. O sentido da mensagem poética de Luciano é muito importante (principalmente se o poema for em louvor de algo ou alguém, ou o contrário: também existe poesia satírica - e eutou falando do projeto que ele me prometeu no pôr do sol - lembra Luciano - poesia pura), ainda que seja a forma estética a definir um texto como poético.
Viva a poesia! Viva a MATURIDADE da poesia de Luciano. Esse poema é muito bom , caro poeta.