terça-feira, abril 11, 2006

Amar tanto amar

Amar tanto amar

Eu te amo
Simplesmente porque te amo
Se te amar fosse morrer
Estaria condenado à morte
E a morte
Levar-me-ia
Assim
Feliz
Pois morreria amando-te
Mas se te amar é doença
Sou um incontrolável hipocondríaco
E não quero ter cura
Desta doença maluca:
A doença de te amar
Mas se para viver
Sem ter o teu amor
Uma imensidão caísse sobre mim
Me restaria apenas
A morte infeliz
E para mim
Morrer sem lutar
E assim findar
Com uma simples frase
Aqui jaz
Aquele que morreu
Por amor a você!
Ludiro
07/04/2006

6 comentários:

Benvinda Palma disse...

Prezado Poeta Ludiro!

Lindo o seu poema! Lindo o seu amor! Tristão e Isolda ficaram com inveja!
Parabéns!
Carinhosamente

Benvinda Palma

Ana Katerine disse...

Linda poesia... linda declaração de amor. Parabéns!

Cristiane de Ângelo disse...

Amo o teu exagero! O amor é mesmo extremado! Se é pra morrer, que seja por amor sempre! Um bj e jasmim pra ti!

Maria Nelci disse...

Tua poesia me encanta, me fascina, me inspira, parabéns, bjs

Isa Costa disse...

Lindo! lindo esse teu sentir, amei! Beijo meu

tom disse...

muito loko este poema parabens loko por ser tao verdadeiro e belo valeu ..