quinta-feira, novembro 23, 2006

Conexão

Conexão
Transporte
Transparente...

Transporto-me a cada instante,
como uma nave espacial,
vôo em todas as dimensões,
numa metamorfose...
pulverizado no ar,
em pequenas gotículas,
suspenso na atmosfera do consciente,
Navegando em cantos desconhecidos,
uns obscuros, outros iluminados,
em raios e relâmpagos,
a luzes solares e astros incomparáveis--
inexploráveis, sem a ciência da imaginação,
invisíveis aos olhares alheios
e translúcidos à minha visão,
dando cores ao destino
desta pura imaginação.
Ludiro
02/08/2006

2 comentários:

Adm.SPP disse...

Luciano:

A Sociedade dos Pássaros-Poetas agradece a oportunidade de compartilhar contigo o espaço poético do nosso blog e parabeniza-a pelo seu talento.

Grata por mais este belo momento poético.

De quem são as asas
a entorpecer o arco-íris?
- das flores que voam.

^Chris-Borboleta^
Adm.SPP
))§((

além mar peixe voador disse...

Ludiro Poeta querido,
Parabéns pelo tua sensível construção poética.
É uma satisfaç~çao passar por aqui
e poder chamar-te amigo !
Afetuoso abraço,
tua leitora e amiga,
virgínia além mar ( peixe voador )